Você sabe como colocar em prática as técnicas para conseguir clientes através do Facebook ADS? Com ele, é possível atrair mais clientes ao pagar para que um anúncio sobre a sua empresa fique exposto por um determinado período. Um dos maiores benefícios é que se paga apenas pelos resultados que conseguir.

É uma forma empreendedora e sustentável para substituir os anúncios feitos em panfletos que, além de aumentar o lixo, não se sabe ao certo para quem está entregando. Por exemplo, um panfleto sobre comida japonesa pode acabar sendo entregue até mesmo para pessoas que odeiam esse tipo de alimento. Consequentemente, pode-se considerar que o dinheiro investido não valeu a pena.

Mas, com os algoritmos do Facebook ADS, o seu anúncio aparece justamente para aqueles que estão interessados no assunto, que são públicos em potencial. A campanha sobre comida japonesa só irá aparecer para aqueles que pesquisam sobre o assunto e estão na região determinada. 

Logo, paga-se apenas por cliques dos clientes e visualizações. Uma prova disso que estamos falando é quando pesquisamos determinado conteúdo no Google para comprar.

Usaremos como exemplo um livro do historiador Tácito: após minha pesquisa, as redes sociais que uso ficarão recheadas de anúncios para que eu compre a obra.  Se eu não pesquiso e não me interesso por carros, não é isso que irá aparecer em meu perfil. 

Essa é uma forma de conseguir alcançar um público cada vez mais segmentado e que tem potencial de compra, o que não ocorre com os panfletos. 

Facebook ADS e as dicas para colocar em prática

Existe uma série de dicas para colocar em prática o Facebook ADS. Cada vez mais as empresas competem pelo mesmo espaço de mercado que vem sendo cada vez mais fechado e exigente. Dessa forma, saber como afetar essas pessoas é crucial. Uma dica é colocar em prática algumas dicas de marketing digital que envolvem copywriting e storytelling.

Continue a leitura para descobrir quais são as melhores formas de atingir o seu público. 

Storytelling

Quem nunca viu a campanha de Coca Cola de fim de ano em que toda a família está abraçada enquanto o vídeo mostra toda uma narrativa? Ele causa tanto impacto justamente porque o brasileiro se identifica naquele momento: temos o costume de nos reunir com a família nas festas de fim de ano. 

Mas, o que fazer quando não se tem o refrigerante e está todo mundo unido? É tão simples ir a um mercado comprar Coca Cola: ela é a solução desta enorme dor de cabeça. 

E o que isso tem a ver com as técnicas de storytelling? É simples: durante o vídeo, a empresa deve colocar o internauta em uma situação de identificação – a família unida ao fim de ano, logo após, mostrar a ele um problema – a falta de uma bebida durante a comemoração e, por fim: a solução para esse problema que será o seu produto. 

Copywriting

O Copywriting é o uso da persuasão e está fortemente aliado ao Storytelling. A dica ideal para o Facebook ADS é: use palavras que cativam e mostram eficácia. Para isso, pode-se utilizar figuras de linguagem como metáforas, comparações, eufemismos, ironias e sarcasmos. Faça com que o seu público entenda a referência de forma criativa e breve.

Nas legendas, utilize dados e perguntas que fazem com que a resposta do leitor seja sempre “sim”. As duas primeiras linhas devem ser as mais marcantes porque se não impactarem no começo, o leitor pode acabar desistindo da leitura logo no começo e, consequentemente, perde a chance de conhecer o seu produto, não permita que isso ocorra sobre nenhuma das hipóteses.

As imagens devem ser breves e nítidas. Não as encha com textos e palavras difíceis. No máximo, recomenda-se que utilize um título chamativo ou então, uma chamada para a ação. Ou seja, os famosos: Clique aqui antes que os estoques acabem! / Arraste para cima e saiba mais!

Vantagens para usar o Facebook ADS

Uma das principais vantagens para quem usa o Facebook ADS é a possibilidade de mensurar os dados. Além disso, a plataforma de campanhas ainda permite que o indivíduo altere os textos e imagens no momento que preferir, sem pagar nada por isso.

Mudar textos e imagens é algo que não seria possível com os panfletos impressos, mas pode ocorrer no Facebook ADS com a campanha em ação. 

Outro ponto é: sua empresa gasta apenas com um público segmentado e que está interessado no que possui a oferecer. Paga-se também somente pelos resultados, ou seja, por clique e visualização que o seu anúncio receber. 

Desvantagens do Facebook ADS

Apesar da grande quantidade de vantagens, ainda existem pontos negativos de utilizar o Facebook ADS: ele é pago e não dura para sempre. Geralmente, a plataforma é indicada para quem deseja vender durante uma promoção específica e deseja que ela alcance o maior número de visualizações. 

Outro ponto é que é necessário saber programar as configurações para se obter resultado: não é algo tão simples. As campanhas geralmente são impulsionadas pelas agências profissionais no assunto para que se tenha grandes retornos monetários juntamente com maior alcance. 

O Facebook ADS não serve para quem deseja ganhar curtidas no Facebook da página de sua empresa, por exemplo. E, claro: ter curtidas nos seguidores é crucial para que todas as postagens tenham um bom alcance sem nem mesmo precisar pagar pelo ADS. Já pensou em ter um perfil tão robusto que nem precise criar campanhas pagas? 

O Seguidores Comprar tem uma lista de vários planos de seguidores reais que estão interessados em seus produtos e irão interagir com todas as suas postagens. É apenas um investimento inicial e que não irá custar mais nada para você! Outro ponto positivo de fechar conosco é que permitimos um teste totalmente gratuito ao clicar aqui!

E então, tem mais alguma dúvida de como colocar o Facebook ADS em prática para as empresas? Deixe aqui nos comentários e ajude outros leitores.